Presidenta Nacional do PT, Gleisi Hoffman e o Presidente Municipal do PT, Honorato Fernandes prestigiam apresentações culturais

A noite do último sábado (22) foi de festa para os filiados do PT de São Luís que comemoraram a inauguração da nova sede do partido. O ato político de inauguração contou com presenca da presidenta do Diretorio Nacional do PT, Senadora Gleisi Hoffman e do presidente Diretório Estadual, Augusto Lobato.

Localizada na Rua dos Jambos, Qd 70, n° 18, Renascenca, a nova sede do Diretório faz parte do conjunto de propostas elencadas pelo recém empossado presidente do PT de São Luís, Honorato Fernandes, no período do Processo de Eleições Diretas (PED) do PT.

Presidente Municipal do PT, Honorato Fernandes discursa ao lado da presidenta nacional do partido, Gleisi Hoffman e de lideranças petistas

No discurso realizado durante o ato de inauguração, o presidente municipal do PT de São Luís convocou a militância petista da cidade para utilizar do novo espaço de modo a agregar ainda mais os filiados e intensificar as articulações de combate às políticas impopulares que vêm sendo implantadas pelo governo Temer.

“Quero convocar toda militância de São Luís a fazer desse diretório um espaço de articulação da nossa luta. Precisamos ir às ruas falar para aqueles que ainda não têm consciência dos estragos causados pelas medidas implementadas por esse governo ilegítimo, como a reforma trabalhista, previdenciária, PEC da terceirização e a PEC do Fim do Mundo” afirmou o presidente do PT de São Luís, Honorato Fernandes, ressaltando ainda que as medidas que integram o plano de governo de Temer contrapõem e desmontam a política inclusiva e igualitária adotada nos governos petistas.

“Medidas que vêm de encontro com o plano de governo daqueles que sempre sonharam e lutaram por dias melhores para o cidadão mais pobre que vive nos confins desse Brasil. Porque foi no governo do PT, iniciado pelo presidente Lula – um trabalhador que ninguém dava valor, porque não tinha diploma, mas foi doutor quando se fala em políticas públicas voltadas para o povo brasileiro – que o trabalhador brasileiro pôde realizar sonhos nunca antes alcançados, como ter uma casa própria e frequentar o banco de uma escola e de uma universidade”, afirmou.

A recente condenação do ex-presidente Lula também foi outro ponto abordado pelo presidente municipal do PT de São Luís. Segundo ele, a condenação é uma clara tentativa de impossibilitar Lula enquanto candidato a presidência da república em 2018 e representa também a intensificação da luta de classe no Brasil.

“Estamos em defesa do Lula sim, mas estamos também em defesa do povo brasileiro. Porque aqueles que tentam condenar o nosso ex-presidente são os mesmos que há muito tempo tentam condenar o trabalhador mais simples e mais pobre, são os mesmos que não querem vê-lo candidato em 2018. A luta deles não é contra o Lula. A luta deles é uma luta de classe”, afirmou.

Quanto à nova sede do Diretório Municipal, Honorato explicou também que a intenção é utilizar o espaço para trabalhar a militância política sob várias perspectivas, inclusive a cultural, além de levar a formação política não apenas para as periferias, mas também para a áreas mais nobres da cidade, onde segundo ele, onde há um público muito mais carente desse tipo de informação.

“As portas do Diretório do PT de São Luís estão abertas a todos os filiados, como também para aqueles que desejam se filiar ao PT. Nosso diretório será um espaço dedicado à realização de estudos políticos, de valorização da nossa cultura, uma extensão do Fala São Luís, alcançando os bairros mais distantes, nas nossas periferias, mas também nos bairros nobres, onde a maior parte dos moradores não entende a nossa mensagem.

Sucedendo a fala de Honorato, o presidente do Diretório Estadual do PT do Maranhão, Augusto Lobato destacou que a nova sede do PT de São Luís é um marco para o partido, caracterizando um momento de renovação da legenda.

“O ato de inauguração desta casa marca uma etapa de renovação e de esperança e a visita da nossa presidente nos trouxe uma mensagem de unidade partidária. O nosso mandato é maior que qualquer divergência política que possamos ter. Nossa missão é maior, pois precisamos estar nas ruas defendendo as bandeiras do nosso partido e as bandeiras do governo social”, destacou o presidente do Diretório Estadual do PT do Maranhão.

Presidenta nacional do PT, Gleisi Hoffman discursando ao lado dos pres. estadual, Augusto Lobato e do pres. municipal, Honorato Fernandes

Finalizando as falas da noite, a presidenta do Diretorio Nacional do PT, Senadora Gleisi Hoffman elogiou as instalações da nova sede do diretório municipal, bem como a iniciativa do presidente em trabalhar a militância política também sob o viés da cultura.

“É um prazer enorme estar aqui na sede municipal do PT, sede muito bonita, aliás. Gostei mais ainda da proposta de fazer desse espaço um ponto de reuniões, mas também de cultura e de formação. Porque o partido político precisa estar inserido na vida da população em todas as dimensões e através da cultura a gente também faz política, a gente também conscientiza”, afirmou a presidenta nacional do PT, que destacou ainda a organização do partido, bem como sua estruturação. Segundo ela, observar essa conjuntura local, somada à nacional e a aprovação popular só ratifica as convicções dela nas bases ideológicas do PT.

“A forma com o PT está organizando e estruturado aqui no Maranhão, as pesquisas que trazem Lula em primeiro lugar, só fortalece a convicção nos ideais do nosso partido. Um partido com base social, que tem enraizamento na sociedade, história de luta e claro, como toda organização humana cometeu erros e acertos. Mas, nessa balança, nosso partido é julgado pela população, sobretudo, pelos seus acertos, pelo legado que deixou ao povo brasileiro nesses treze anos de governo com Lula e Dilma”, finalizou a presidenta nacional do PT.

Compareceram também ao ato de inauguração representantes de centrais sindicais e movimentos sociais como a Central Única dos Trabalhadores (CUT), Central dos Trabalhadores do Brasil (CTB), Nova Central e Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST); representantes do poder público filiados ao PT, como o Secretário de Direitos Humanos e Participação Popular, Francisco Gonçalves, o secretário municipal de Cultura, Marlon Botão;representantes do parlamento estadual, como o deputado estadual Bira do Pindaré (PSB); o ex-presidente da OAB-MA, Mário Macieira;a advogada e ex-deputada estadual, Helena Barros Heluy, além de alguns parlamentares da Câmara Municipal de São Luís.