vistoria_obras_drenagem_sao_cristovao_200715_ma175O prefeito Edivaldo realizou na manhã desta segunda-feira (20) vistorias técnicas a obras de drenagem profunda e de pavimentação asfáltica, executadas pela Prefeitura de São Luís nos bairros do São Cristóvão/Tirirical e Cidade Operária. Acompanhado do secretário de Obras e Serviços Públicos, Antônio Araújo, e da equipe técnica, o prefeito verificou o andamento dos serviços, que já estão em processo adiantado de execução.

“São obras estruturantes de grande importância, que vão solucionar problemas de alagamentos e de infraestrutura nesses setores da cidade. Estamos avançando muito nessa área, estruturando a capital para enfrentar os períodos chuvosos e melhorando significativamente a mobilidade urbana em São Luís”, disse o prefeito Edivaldo.

A vistoria iniciou pelo São Cristóvão, onde está sendo implantada uma rede de drenagem profunda com cerca de 600 metros de extensão. A obra é executada com recursos no valor de R$ 762.437,00 oriundos do Tesouro Municipal em financiamento com a Caixa.

Os canais de escoamento do sistema de drenagem nesse local começam na Rua Projetada, passando pelas ruas Onze e Joaquim Santos e terminando na Avenida Dois. A rede de drenagem profunda é composta por tubulação de concreto, com canos com diâmetro de 40, 60 e 80 milímetros, além de bocas de lobo, poços de visitas e caixas de passagens para que, mesmo quando, o volume de chuvas seja intenso, a região não volte a alagar e o asfalto que será implantado tenha uma vida útil maior.

Além do sistema de drenagem profunda, as vias atingidas pelo serviço vão receber também tratamento de drenagem superficial com a implantação de sarjetas, meios-fios e calçadas, com a finalidade de orientar corretamente o fluxo de águas pluviais, evitando o acúmulo de água sobre o pavimento, além de melhorar a acessibilidade para pedestres.

Segundo o secretário Antônio Araújo, a obra no São Cristóvão faz parte de um conjunto de ações realizadas pela Prefeitura de São Luís para melhorar a infraestrutura urbana da capital, a exemplo da drenagem profunda na Rua Coronel Eurípedes Bezerra (Turu), Rua Coronel Eliodoro (Vicente Fialho), Avenida Mário Meireles (Lagoa), canais do Cohatrac/Cohab e Renascença, entre outras, e ainda dos serviços de requalificação de vias urbanas.

De acordo com o secretário municipal de Obras e Serviços Públicos, Antônio Araújo, a previsão é que a obra seja concluída em meados de setembro. “A ausência de drenagem nessa área comprometia demasiadamente tanto a mobilidade urbana como o desenvolvimento do comércio local. Com a execução desses serviços, teremos melhorias significativas nesses aspectos e todo o sistema viário será também beneficiado, porque o trânsito na região vai ser reordenado, proporcionando maior fluidez ao trânsito nas avenidas Santos Dumont, Lourenço Vieira da Silva e Guajajaras”, disse Antônio Araújo.

vistoria_obras_drenagem_sao_cristovao_200715_ma149

O mecânico Carpegiane Sanches Santos, que trabalha em oficina na área, enalteceu a realização da obra. “Nós éramos muito prejudicados principalmente no período chuvoso, pois tudo alagava e dificultava o acesso de pessoas e veículos. Agora vai melhorar bastante tanto para os moradores da rua quanto para os comerciantes”, disse ele.

MAIS ASFALTO

Após a vistoria à obra de drenagem no São Cristóvão, o prefeito e sua equipe seguiram para a Cidade Operária, onde estão sendo executados serviços de requalificação asfáltica, por meio do programa “Mais Asfalto”, fruto de parceria celebrada entre a Prefeitura de São Luís e o governo do Estado.

Na Cidade Operária, o prefeito acompanhou os trabalhos em toda a extensão da Rua 205-SO. Além desta via, mais 100 ruas e avenidas do bairro estão sendo contempladas por serviços do programa “Mais Asfalto”, em uma extensão total de 42,13 quilômetros de malha viária da região. O investimento total do programa em São Luís é de R$ 20,6 milhões.

“Percebemos que as obras de pavimentação asfáltica na Cidade Operária estão bastante adiantadas. Isso nos deixa muito felizes porque o que queremos é dar solução o mais breve possível às demandas da população”, concluiu Edivaldo.

O aposentado Esmeraldo Dominici, 65 anos, morador da Rua 205-SO há 22 anos, disse que há décadas esperavam por melhorias em sua rua. “Nossa rua estava quase intransitável, mas, enfim, fomos vistos, e percebo que o asfalto é de boa qualidade”, disse.

Também acompanharam o prefeito nas vistorias técnicas a vereadora Bárbara Soeiro, a secretária municipal de Informação e Tecnologia, Tati Lima, lideranças comunitárias da região, entre outras autoridades.